Era/Época

Nos nossos percursos de cerca de 2,5 km faz-se uma viagem de cerca de 400 milhões de anos, através de diferentes períodos da história da terra. Nesses percursos podem ser  observados mais de 120 modelos de dinossauros à escala real, construídos em estreita cooperação com cientistas de todo o mundo, o que confere aos modelos um elevado rigor cientifico.

O passeio pedestre é dividido em 4 percursos diferentes, correspondentes a diferentes fases do Fanerozóico (“idade da vida visível”).

Os nossos modelos estão integrados em 6 Períodos da terra que correspondem a 2 eras

Paleozóico – Devónico, Carbonífero e Pérmico (percurso 1)

Mesozóico – Triásico, Jurássico e Cretácico (percursos 2, 3 e 4)

O Mesozóico, é também conhecido como "idade dos dinossauros", e em cada período dominaram animais grandiosos  e espetaculares que podemos observar no parque, de seguida, poderemos saber um pouco mais sobre esses períodos.

 

O Triásico: 250 - 200 milhões de anos atrás

No Triásico alguns répteis reformularam o seu aparelho de locomoção, ou seja, colocaram as patas na vertical, o que fez aumentar consideravelmente a sua mobilidade.

No Dino Parque Lourinhã “vivem” vários carnívoros e herbívoros.

Especialmente interessantes são os Plateosaurus, os ancestrais dos dinossauros de pescoço longo e dos carnívoros. O estranho e blindado Typothorax (primo do crocodilo). No meio das árvores escondem-se os predadores ágeis Coelophysis, sempre atentos às pequenas presas, como os lagartos ou as libélulas.

 

O Jurássico: 200-145 Milhões de anos atrás

A nossa imaginação sobre o mundo dos dinossauros, é dominada prioritariamente pelo grupo Saurischia. O grupo inclui tanto os grandes dinossauros de pescoço longo, bem como os perigosos predadores carnívoros. Entre os mais conhecidos Ornithischia, um segundo grande grupo estão os Stegosaurus e Iguanodontes.

O Jurássico no Dino Parque está densamente povoado por muitos animais diferentes. Logo no início deste percurso temos um dos maiores predadores marinhos: o feroz Liopleurodon que come tudo o que se atravessa no seu caminho. Já em terra, o Allosaurus não deixa escapar os Stegosaurus.

Neste percurso desenrola-se um confronto entre dinossauros da Lourinhã: o Supersaurus, um saurópode de 15 metros, assusta-se quando vê o Torvosaurus , o maior predador terrestre do Jurássico de todo o mundo.

 

 

O Cretácico : 145-65 Milhões de anos atrás

O período Cretácico foi para os dinossauros, o segundo pico na época do seu desenvolvimento: Os Ornithischia dominavam as espécies de dinossauros herbívoros e nos predadores, foram muitas as formas de penugem que se desenvolveram.

No final do Cretácico, pode-se encontrar os nossos mais famosos habitantes: o Tyrannosauros rex (lagarto tirano, rei), ou o T.rex como muitas vezes é conhecido. Esta enorme “máquina de comer” é o rei dos dinossauros carnívoros e um ícone para todos os fãs de dinossauros.

Neste percurso poderão também, observar alguns dos mais exóticos dinossauros como é o caso do Neovenator                                                                                            com a sua cara “mascarada” ou o enorme Gigantoraptor.

 

Dinossauros de Portugal

O Dino Parque orgulha-se em apresentar pela primeira vez alguns modelos de dinossauros descobertos em Portugal, nomeadamente na Lourinhã.

O Ceratosaurus era um dinossauro carnívoro que tinha um corno próximo do nariz e as suas mãos tinham quatro dedos em vez de três, como a maioria dos carnívoros.

Torvosaurus gurneyi, era o maior predador terrestre do Jurássico, com 11 metros de comprimento, muito antes de existir o Tyrannosaurus Rex. Tinha dentes em forma de lâmina de faca, com serrilha dos dois lados e muitos dentes de substituição.

Lourinhanosaurus antunesi, que está associado a um dos maiores ninhos de dinossauros da Europa, que foi descoberto na região da Lourinhã, também era um dinossauro carnívoro do período Jurássico que poderia chegar a ter entre 7 a 8 metros de comprimento.

Mas gigantes, eram mesmo o Supersaurus lourinhanensis e o Lourinhasaurus alenquerensis, animais tão grandes que não poderiam ser caçados por predadores solitários.

 

Ossos Dino

No laboratório do Dino Parque pode ser acompanhado o trabalho laboratorial de “preparação de fósseis”. Este é visível por todos os visitantes que podem observar os preparadores a trabalhar em ambiente real, desde a preparação de ossos fossilizados individuais ou até à montagem de um esqueleto completo.

Estamos a trabalhar, em conjunto com os cientistas do Museu da Lourinhã, os seus fósseis que contam com diversas espécies únicas de dinossauros, descobertas importantíssimas na área da paleontologia com relevo mundial.

 

 
Contactos | Politica de Privacidade
Copyright © 2017 All rights reserved by PDL - Parque dos Dinossauros da Lourinhã, Unip.Lda.
Este site utiliza cookies, para melhorar a experiéncia do utilizador. Para obter mais informações acerca da Politica de Privacidade. Compreendi!